« Anterior Próxima »

Zero Grau - Outono Inverno 2016

Postado em 19/11/2015

 

​A  quinta edição feira Zero Grau  que apresenta lançamentos Outono- Inverno, terminou ontem e aconteceu em Gramado, no Serra Park.

A Zero Grau é promovida pela Merktor Feiras e Eventos e conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.

Mesmo com o cenário econômico em apreensão, as empresas se empenharam e investiram em desenvolver coleções sintonizadas com a moda e inovação. Também este ano a feira recebeu grande número de importadores e bateu seu recorde, são 150 importadores de mais de 10 países, um dos motivos é o preço convidativo o calçado brasileiro em dólar, fator que motiva os importadores a realizarem mais compras.

 

Para Kelly Lehner, representante da Klub Nico, dos Estados Unidos, a valorização da moeda norte americana a deixa mais motivada para a realização de suas compras. “Eu gosto muito de trabalhar com os calçados brasileiros, e a desvalorização do real me ajuda bastante para efetuar compras mais baratas. Mas é importante lembrar também que o produto brasileiro merece ser apresentado ao mundo em qualquer momento, independente da situação financeira em que o país vive”.

 

“A feira dá uma virada na comercialização de calçados e acessórios. Se vendeu muito aqui na Zero Grau, principalmente por sermos o evento lançador das coleções para o próximo inverno”, destaca Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora da mostra. “Muitos lojistas estavam mais cautelosos e seletivos, mas as vendas aconteceram mesmo assim, mostrando que o mercado está retomando sua dinâmica.”

 

Desejamos ótimas vendas para nossos clientes que estiveram expondo na feira e para todo setor calçadista, nesta nova temporada de vendas.

 

​Confere a visão geral de Frederico no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=OXAvyfXqhTY&feature=share​

 

Publicado em: Cases

Compor - Viagem Cultural - A encantadora Oslo

Postado em 13/11/2015

     Este ano o Compor esteve viajando em busca de inspiração e aumentando a sua bagagem cultural. Hoje vamos falar sobre as impressões de Oslo, capital da Noruega, país localizado na Escandinávia que possui cada vez mais destaque em várias áreas além de petróleo, pesca e área marítima ganhando muita projeção em áreas como o design, a arte, inovação urbana, sustentabilidade, economia criativa e empreendedorismo. Além de ser uma das sociedades mais avançadas em igualdade de gênero no mundo. A Noruega é também um dos países mais ricos do mundo, além de ser considerado o mais pacífico.
      Uma das coisas que mais chamou atenção foram os opostos extremos da cidade de Oslo, ao mesmo tempo que a cidade tem 1000 anos de existência, possui também um design muito avançado, limpeza de linhas e formas, praticidade nas suas obras. Não é a toa que a Escandinávia é conhecida por este design limpo, inovador e funcional, quando falarmos em design precisamos olhar para a Escandinávia e seus profissionais da área.
     Oslo é a maior cidade do país, com quase um milhão de habitantes, sendo que o país possui um total de cinco milhões de habitantes, aproximadamente. E está entre os centros urbanos mais caros do mundo para se viver, juntamente com Paris e Tóquio. Lá acontecem as principais etapas do campeonato mundial de Sky Jump, considerado um dos principais esportes nacionais. Vale muito a pena conhecer a pista do esporte.
No domingo, assim como no Brasil com o futebol, o programa é assistir campeonatos nacionais de Sky Jump, as pessoas se mobilizam, juntam turmas, vão para neve e torcem pelos seus favoritos.
`Frio é questão de estar com a roupa adequada ou não`, como disse a guia que acompanhou nossa equipe por lá. As pessoas não deixam de fazer nada ao ar livre por estar frio, ou por causa da neve.
 
 
sk2
 
 
sk21
 
 
      Outro lugar muito bacana que atrai mais de um milhão de visitantes ao ano é o parque Vigeland, inteiramente projetado por Gustav Vigeland, assim como as mais de 200 estátuas deitas de bronze ou granito que estão espalhados pelo parque. Uma das obras que mais impacta os visitantes é o `Monolito`, um mosaico de seres humanos no velho formato fálico, bastante comum aos povos do mundo inteiro.
 
 
vigeland1
 
vigeland2
 
vilgeland3
 
 
      A Opera House também encanta e deslumbra os visitantes, é o centro de artes mais importante da Noruega. Um projeto do escritório Snohetta, é resultado de um concurso internacional realizado em 2000, que atraiu 240 inscritos de todo o mundo. O edifício com área construída de aproximadamente 38.500m2, custou 750 milhões de dólares. Um monumento que procura envolver os visitantes não apenas como objeto arquitetonico, mas também como proposta urbana, além de espaços para espetáculos, o programa da ópera inclui áreas para cerca de 600 funcionários da área técnica, oficinas, salas de ensaio, academia de ballet, além de escritórios administrativos. Os arquitetos conseguiram manter espaços bem servidos de iluminação natural e quando necessário, ventilação natural, incluindo grandes panos de vidro e jardins internos em algumas áreas.  Realmente Oslo é um lugar encantador, inspirador, que nos realiza, indicamos o destino para quem queira aumentar os horizontes.
 
 
opera1
 
 
 
gp

Publicado em: Cultura

SPFW - Inverno 2016

Postado em 21/10/2015

 

      O tema da 40ª edição da SPFW é `Do Princípio ao fim`, marca que Paulo Borges, fundador do evento, define como novo ciclo. Voltando as origens da moda, discutindo o valor da mão de obra local. Celebrando os processos e as singularidades do fazer, conteúdos interativos que serão mostrados durante a semana, destacarão a capacidade humana de criar com as mãos, inspirando novas possibilidades do artesanal ao tecnológico, em constante evolução e sempre em busca de novos pontos de partida. A semana de moda começou domingo com Alexandre Hercovitch.

      Um dos estilistas que se uniu com a mão de obra artesanal local foi Ronaldo Fraga, que trouxe a temática para a coleção: `Seda é para sempre`, em uma parceria com o Vale da Seda, região no interior do estado do Paraná, que mais produz o bicho da seda em todo o Ocidente,cerca de 30% do fio da seda usado pela marca Hermes, vem de lá. João Berdu, diretor do Instituto Vale da Seda, afirma que a temática de Ronaldo Fraga, combina muito com o slogan que o  Instituto quer mostrar, segundo ele ambos prezam a origem do material e a sustentabilidade.

      Foi apresentado na passarela 10 looks em seda, e após, uma parte da coleção de inverno que vai para a loja de Ronaldo Fraga em Belo Horizonte e outros 30 pontos de venda em todo Brasil, serão confeccionados. Além da seda, Fraga também vai levar do Paraná a Renda Paraná, um trabalho de tricô feito em máquinas computadorizadas com o uso de fio 100% seda, um produto exclusivo do estado. 

 

rfrfr

 

rf

 

       O foco do estilista ficou nas delícias mais do que das dores do amor, ele buscou inspiração e pontos de partida, nos textos de Hilda Hilst, Fabrício Carpinejar, e também no livro `Um livro de amor` lançado pelas psicólogas Cristiane Mesquita e Rosane Preciosa. A trilha sonora foi do erudito ao popular. A coleção é 100% produzida no Brasil, com materiais nacionais. Apenas um colar, usa como pedraria uma lava de vulcão da Colômbia.

      No início do desfile Ronaldo já mostra que sua idéia é tirar o conceito de roupa com gênero, mesmo que ela pareça mais de um do que de outro, ambos os sexos podem usa-lá. Durante o desfile uma menina e um menino entram, vão até o fim da passarela e trocam de roupa em plena passarela e saem com a roupa do outro.

 

desfile ronaldo

 

``Não importa o nível intelectual, social, a idade ou de onde a pessoa vem: todo mundo tem uma história de amor para contar, que viveu ou gostaria de ter vivido. O amor nos une e nos nivela`` diz Ronaldo Fraga, horas antes do seu desfile. ``O que tem como efeito mais importante: imprimir a leveza de uma pluma ao peso da existência``, completa no seu release, que ele mesmo sempre faz questão de escrever.

 

      Outra estilista que aderiu a esta temática de maneira linda foi Fernanda Yamamoto, que apresentará o trabalho artesanal de rendeiras paraibanas. Ela foi até Cariri, que fica a 250 quilômetros da capital paraibana, para conhecer a renda renascença. As mulheres separam agulha e linha e vão desenhando os padrões do tecido de maneira calma, com tempo e precisão. Vão ser mostradas padronagens geométricas desenvolvidas com parceria de 60 artesãs do coletivo feminista Cunhã. 

 

fe3

fyfy

 

      Estamos ansiosos por estas e por outras criações da temática, enfim, teremos o valor da moda retomado.

 

Publicado em: Tendência

ANPIC - A feira das Américas

Postado em 09/10/2015

      Nos dias 28, 29 e 30 de outubro deste ano ocorre mais uma edição da feira ANPIC, realizada em León, no México.      
     A feira mais importante das Américas e a terceira no mundo todo, especializada em provedores para calçados, têxteis e vestuário, móveis, setor automotivo entre outros. Serão 370 empresas, 985 marcas em 1200 estandes. São esperados mais de 14 mil compradores e visitantes entre eles, muitos estrangeiros, gerando potencial muito grande de negócios. Na edição de 2011, 43% dos compradores fecharam pedidos durante o evento.
 
      A feira terá uma 'Trend Lab', ou seja, uma área de tendências, em que a APIMEX Moda Lab fornecerá informações e aconselhamentos sobre materiais e paletas de cores que serão utilizados na temporada 16/17 Outono-Inverno.
 
      O Grupo Compor estará presente expondo pelo seu primeiro ano na feira ANPIC, voltaremos com novidades e desejamos ótima feira a todos nós!

Publicado em: Cases

Maratona MUDE 2015

Postado em 01/10/2015

 
 ​
      A Maratona MUDE, aconteceu no último final de semana, unindo moda e criatividade colocou em pauta o design brasileiro de calçados. Com o objetivo de incentivar o design e os novos talentos o evento é uma realização da Abicalçados e Apex-Brasil. Acontece em Porto Alegre/RS no BarraShopping Sul.
 
       Uma programação intensa que contou com palestras, oficinas, fábrica conceito, materioteca, mostra de design e diversas interações criativas. Além disso, a Batalha Criativa de 24 horas, em que quatro equipes formadas por designers, competem produzindo três protótipos de calçados.
A equipe vencedora foi a equipe Rosa, formada por Miriam Magalhães, Anderson Soares, José Dilceu dos Santos e Denise Maders. Os membros da equipe foram inspirados pelo tema `orgulho de ser brasileiro` e pela música ``Maria, Maria``, de Milton Nascimento. ``O objetivo foi mostrar beleza, força e orgulho da mulher brasileira que mesmo diante das adversidades se mostra batalhadora por uma nova realidade``, explicou Miriam. 
 
 
MARATONA
 
rosa
 
    A coleção vencedora que levou R$20 mil e troféu, homenageou três grandes mulheres brasileiras: Tomie Ohtake, artista plástica japonesa que foi naturalizada brasileira e tem o minimalismo como referência; Gisele Bundchen, modelo brasileira símbolo de beleza mundial e Zica Assis, fundadora do Instituto de Beleza Natural e símbolo da coragem e atitude. 
Segundo João pimenta, estilista que foi escolhido para mentor desta edição, o país precisa da Maratona MUDE, precisamos acordar para a criatividade. O evento cumpre a missão de mostrar e destacar não somente o criativo mas também valorizar o montador, funcionário das fábricas e os que colocam a mão na massa. ``Não tenho como expressar o quanto absorvi durante a Maratona, vou levar o que aprendi aqui para a minha vida` destacou o estilista.
​      ​
      Cláudia Narciso, diretora geral da Arezzo&Co, abriu o circuito de palestras falando sobre sua experiência no mundo da moda e ressaltando a importância da criação de coleções criativas e ao mesmo tempo comerciais. 
 ​
      Na sequência, a palestra do apresentador Caio Braz destacou a importância da simplificação dos processos para uma comunicação eficaz com o público-alvo. Segundo ele, que possui marca homônima voltada ao mercado masculino, o sucesso da empresa está relacionado diretamente à assertividade em uma relação que leve em consideração informação, conteúdo, publicidade e entretenimento. “Estamos redefinindo os papéis na sociedade e isso precisa ser entendido pelas marcas. Vejo grandes grifes voltadas para o público jovem falando o que não queremos ouvir”, apontou.
​     ​
      “O jovem é o centro de influência da sociedade atual e precisa ser ouvido. Ele quer a economia de experiência e não mais o materialismo. A indústria está querendo vender roupas e calçados para quem não quer”, disse.  
 
      Braz também ressaltou a importância de estar na internet. “Existem mais celulares do que pessoas no Brasil. Além de importante, estar na internet tem um custo fixo baixo e concede resultados importantes”, disse. O profissional também foi enfático ao tratar da tão disseminada crise econômica pela qual atravessa o Brasil. Segundo ele, a turbulência não pode desestimular o empreendedorismo e sim o contrário. “É um ano difícil, mas é também o momento de arriscar mais, criar algo novo”, aconselhou.
      O evento também contou com Isabela Capeto, do Cristian Resende, diretor do Cartel 011 – plataforma que une cultura e consumo em São Paulo; da renomada estilista Fernanda Yamamoto, que falou sobre aspectos do processo criativo e a importância de o profissional seguir suas verdades e instintos; e da designer gaúcha Helen Rödel, que falou sobre sua marca homônima e a produção artesanal através do crochê. O evento encerrou com um bate-papo entre empreendedores das marcas Ocksa, Ciao Mao e Perky Shoes.
 
PALESTRAS
 
 
 
pimenta

Publicado em: Design

« Anterior
Próxima »