Fashion Revolution Day

Postado em 30/04/2015

 

      O Fashion Revolution Day é um movimento criado em Londres, por Carry Somers e Orsola de Castro, designers e ativistas. Com o objetivo de tornar o mercado fashion mais seguro, humano e sustentável. Incentivando a reconexão de toda a indústria da moda elas se uniram a um conselho global de líderes de indústria da moda sustentável, ativistas, imprensa, acadêmicos e o movimento começou a crescer, engajando pessoas de 71 países no mundo.

     A ideia surgiu com objetivo de evitar mais acidentes como o colapso do Rana Plaza em Bangladesh, uma das maiores tragédias que a indústria da moda mundial já viveu. No dia 24 de abril de 2013, ocorreu o colapso no edifício que abrigava diversas fábricas de roupas que produziam, em larga escala, para renomadas marcas globais. Deixando mais de 1.133 trabalhadores têxteis mortos e outros 2.500 feridos.

      Quando a tragédia estava prestes a completar um ano, em 2014, as fundadoras do Fashion Revolution Day estabeleceram que 24 de abril seria o Dia da Revolução da Moda e seria uma data celebrada para aumentar a conscientização sobre o impacto e o verdadeiro custo da moda, da produção ao consumo. Essa campanha conta com adeptos como Stella McCartney, Livia Firth e se espalhou pelo mundo em redes sociais. Durante todo o dia as pessoas postam roupas com a etiqueta aparecendo e as hashtags: #fashrev, #whomademyclothes e #quemfezminhasroupas.

      “É uma conscientização em prol da moda ética/sustentável e fornecendo uma janela para fazer a mudança real. O Fashion Revolution Day representa uma excelente oportunidade para reconectar os amantes da moda com as pessoas que fizeram suas roupas’’. Explica Carry Somers.

 

Mais no site oficial: http://fashionrevolution.org/

Publicado em: Cultura

NOME

EMAIL

COMENTAR

COMENTÁRIOS