A Salve Salto e o Slow Fashion

Postado em 18/12/2014

 

      Atualmente existe um movimento que vem ganhando força ao redor do mundo e promete causar impacto nos setores da indústria da moda. A ideia é basicamente aplicar a sustentabilidade ao conduzir a fabricação dos produtos. Esse movimento é chamado ‘Slow Fashion’, preocupado em preservar os recursos naturais e frear o consumismo exagerado, propondo que sejam produzidas peças de qualidade, com alta durabilidade para que as pessoas possam usa-las por bastante tempo sem precisar comprar mais e mais.

     A primeira e-commerce de sapatos personalizados do Brasil, a Salve Salto, se preocupa exatamente com isso e segue a linha do Slow Fashion. O site oferece uma sala de criação on-line para o consumidor projetar em uma plataforma 3D, seus próprios produtos, privilegiando matérias primas nobres, qualidade e conforto. Conta com uma grande variedade de modelos, estilos, materiais e acessórios. Os produtos são confeccionados na capital nacional do calçado, Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, valorizando a mão de obra local. Outra coisa bacana é a compra de numeração partida, será possível comprar, por exemplo, um pé 35,5 e outro 36. A numeração vai do 33 ao 43.

     Todos os sapatos terão a sola em couro, carimbo personalizado e serão entregues em todo Brasil. Para facilitar (ainda mais) o site terá dicas de como harmonizar todos os itens e combinar os materiais. Além da possibilidade de desenvolvimento do seu próprio sapato, os clientes terão disponível uma coleção pronta para compra imediata.  

      A Salve Salto é um projeto que possui a frente a designer e especialista em sapatos, Gabriela Piageti, que há mais de 16 anos vem trabalhando no mercado de calçados com marcas e empresas do mundo inteiro. Resultado da experiência de Gabriela com o desenvolvimento de inúmeras coleções para diferentes tipos de públicos e da constatação de que cada mulher busca  no seu par de sapato imprimir sua personalidade e estilo.

 1

Conheça mais no site: http://www.salvesalto.com.br/

Publicado em: Cultura

NOME

EMAIL

COMENTAR

COMENTÁRIOS